Pós-Graduação, Pós Graduação em Tricologia e Saúde Capilar.

Especialização em terapias capilares estéticas.

Matricule-se agora!

Pós Graduação em Tricologia e Saúde Capilar

Objetivo:
Capacitar os diversos profissionais da saúde e estética a definirem os melhores recursos e terapias aplicadas a saúde do couro cabeludo e e cabelos.

Público alvo: Médicos, Biomédicos, Farmacêuticos, Enfermeiros, Nutricionistas, Fisioterapêutas e Tecnólogos em Estética.

100% presencial

Investimento:
Matrícula R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais)

Parcelas: 21x de R$ 350,00

Durante 11 meses, sendo um sábado por mês.
Carga horária 400h/aula.

-Anatomia da pele e fisiologia
-Embriologia, anatomia e fisiologia do folículo pilosebáceo
-Estrutura do fio de cabelo
-Disfunções estéticas do couro cabeludo e cabelo I
-Disfunções estéticas do couro cabeludo e cabelo II
-Interpretação de exames laboratoriais no diagnóstico das disfunções
estéticas do cabelo e couro cabeludo.
-Tricograma, exame capilar e do couro cabeludo, estudo laboratorial do cabelo e histopatologia.
-Microscopia capilar.
-Microbiologia capilar (microorganismos que acometem a saúde do couro cabeludo e cabelos).
-Cosmetologia Capilar I
-Cosmetologia Capilar II
-Cosmetologia. Terapêutica Capilar
-Nutrição aplicada as disfunções Capiláres
-Fitioterápicos e suas prescrições aplicada.
-Farmacologia aplicada
-Intradermoterapia capilar
-Laserterapia capilar
-Eletroterapias capilar


Direção e Coordenação: Prof. Dr. Julien Barbosa.
Presidente da Sociedade Brasileira de Estudos em Biomedicina Estética (SBEBE).
Biomédico CRBM 5195-3.
Nutricionista CRN1-14117
Presidente do Congresso Brasileiro em Saúde Estética edição 2020.
Mestre em Ciências da Educação.

Somos um polo da Faculdade IDEAL de BRASÍLIA -DF.


AMPARO LEGAL
Curso Livre ou de Aperfeiçoamento em Pós-Graduação Lato Sensu, em nível de especialização, com excelência devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação e em conformidade com a Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, o Decreto nº. 5.622, de 19 de dezembro de 2005, o Decreto nº. 9.057, de 25 de maio de 2017, a Resolução MEC/CNE/CES nº. 01, de 08 de junho de 2007, a Resolução MEC/CNE/CES nº. 02, de 02 de fevereiro de 2014, a Resolução MEC/CNE/CES nº. 01, de março de 2016, a Portaria Normativa nº. 11, de 20 de junho de 2017 e as Notas Técnicas MEC/CNE/CES nº. 386 e nº. 388, ambas de 21 de junho de 2013.